sábado, março 07, 2009

Vida de Marinheiro







Hoje vou deixar dois pequenos filmes (e umas fotos), que foram filmados, no navio onde presto actualmente serviço algures entre Lisboa e Setúbal num exercício de reabastecimento com o N.R.P. Bérrio, o navio reabastecedor da marinha.
Estes filmes e fotos dão uma pequena ideia do que por vezes nós passamos no mar e dismistifica a ideia que a vida de marinheiro é só passear.
Fiquem bem até à próxima.





5 comentários:

Maldonado disse...

São imagens fabulosas... :-O
É uma profissão nobre que é incompreendida por muita gente... ;)

Daniel disse...

Sabe que sempre que leio sobre sua vida no mar, mais fico com coragem de embarcar nessas, em trabalhar no mar cozinhando em cruzeiros.
Abraços,
Daniel

www.figuinho.blogspot.com

Staff_09 disse...

Já o poeta dizia:

«Existem três tipos de pessoas, os vivos, os mortos e os que andam no mar»

Tu és dos que podes orgulhosamente dizer: "Eu sou dos que ando no mar"

Um abraço desde o quente porto do Djibouti, em descanso para mais 20 dias de combate á pirataria no Golfo de Àden depois de ter batido o meu record de permanência no mar (50 dias)

Francisco Gavancho

Stephem Beltrão disse...

Minha alma é marinheira
Transcende o além-mar
Deus, senhor do meu destino,
Por certo um barco me dará
Para quando eu morrer
Na outra dimensão navegar...
Minha alma é marinheira
E o navio é o meu lar
Parabéns pelos Vídeos,
Abraços do Brasil.

Stephem Beltrão disse...


Peço a gentileza do amigo de divulgar.

O Livro Vida de Marinheiro, de Stephem Beltrão foi editado em 2012, 264 páginas, reúnem relatos de cinco marinheiros que descrevem histórias interessantes e curiosas de conquistas, decepções e realizações de suas vidas marinheiras vividos durante os 30 anos de efetivo serviço na Marinha do Brasil, nos navios de guerra e em organizações de terra, desde o período de Aprendizes-Marinheiros até a reserva. Portanto, são 150 anos de doces recordações de momentos alegres, tristes, dramáticos, engraçados e, muitas vezes, heroicos vivenciados na da rotina do mar. AGORA PODE SER ENCONTRADO NA Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha.