quarta-feira, dezembro 31, 2008

Feliz 2009

A todos os meus amigos(as), conhecidos e não só, visitantes deste meu/vosso blog os meus votos de um óptimo e feliz ano de 2009!!!
Que tudo corra como desejam, para vocês e para quem mais gostam!!!
Abraços e beijos do vosso...
Pipas

segunda-feira, dezembro 29, 2008

Fado

Para não dizerem que eu só oiço música "maluca e estrangeira", aqui ficam três das maiores vozes (se não mesmo as maiores), do nosso tão belo e típico Fado.
Fiquem bem.
Pipas





domingo, dezembro 28, 2008

Sailor News


Boas amigos(as), espero que tenham tido um ópimo Natal, que tudo tenha corrido bem e tenham recebido muitas prendas!!!

Hoje venho dar-vos a conhecer um blog que tem um significado muito especial para mim.
O blog chama-se SAILOR NEWS e a sua função é dar a conhecer o que se vai passar de uma forma humorística e informal "...durante o decorrer da missão SNMG1_09, onde Portugal terá o comando da mesma.
Desde noticias, fotografias, histórias engraçadas tudo será noticiado, tendo como principal objectivo a interacção com as familias que através deste espaço poderão conhecer o dia a dia dos seus entes queridos."
Passo a explicar: O SNMG1 (Standing Nato Maritime Group), é uma força naval (ou seja é constituida por navios de guerra pertencentes a países da NATO), que está em permanencia no mar, pronta a actuar em qualquer tipo de situação que lhe seja pedida, desde escoltas a navios mercantes, fiscalização a navios suspeitos de transportarem cargas proibidas ou transporte de terroristas, apoio a operações terrestres, evacuações, busca e salvamento, etc.


O meu interesse particular e a respectiva divulgação é derivada a que, neste ano de 2009, o comando dessa mesma força (SNMG), foi entregue a Portugal na pessoa do Srº Contra - Almirante Pereira da Cunha. Como tal, sem contar com a habitual integração dos respectivos navios portugueses na força (que acontece practicamente todos os anos), irá também um grupo de homens para além do Srº Contra - Almirante Pereira da Cunha fazer "staff", chefiando e apoiando os respectivos serviços e secções da SNMG.

Esse grupo de homens, oficiais, sargentos e praças da Marinha de Guerra Portuguesa irão estar em missão e devido a isso, longe das suas casas, famílias e amigos durante um ano.
Dentro desse grupo para além de camaradas tenho amigos e esta é a minha pequena forma de os apoiar, felicitar e ao mesmo tempo homenagea-los dando a conhecer o esforço imenso que eles vão fazer durante o ano de 2009.
A missão inicia-se já em Janeiro, sendo a entrega de comando a Portugal dia 23 de Janeiro em El Ferrol (Espanha), sendo o primeiro navio português a iniciar a missão a fragata N.R.P. Alvares Cabral (que muitas e boas recordações me traz).
A todos os meus camaradas e amigos um bem haja, bons ventos e bons mares, em 2010 cá vos espero para "combater-mos" em frente a umas "mines"

quarta-feira, dezembro 24, 2008

Feliz Natal a todos

A todos os meus amigos e não só, conhecidos e não conhecidos, visitantes deste meu/vosso blog, os meus votos de um Grande e Feliz Natal, na companhia de quem mais gostam e claro... Com muitas prendinhas no sapatinho.
Deixo-vos aqui a minha pequena oferta de Natal, uma musica de Natal na grande voz de Tony Bennett.
Abraços e beijos para todos(as)
Pipas



terça-feira, dezembro 23, 2008

Pink Floyd Dogs Part I e II

Não resisti!!!
Depois de jantar fui ao café onde habitualmente vou, cujo dono é um grande apreciador de "boa" música e lá estava a passar em DVD um concerto do Roger Waters (In The Flesh), e como grande apreciador de Pink Floyd e nomeadamente do Roger Waters que sou, fiquei empolgado. Tão empolgado que apesar de ter posto os vídeos dos Linkin Park hoje, não resisto a pôr também esta grande música, (em tamanho e qualidade) dos Pink Floyd que é a "Dogs" do album "Animals".
Junto com os vídeos deixo igualmente a letra da mesma, que também é um espectáculo.
Fiquem bem
Pipas









Dogs (Waters, Gilmour)

You gotta be crazy, you gotta have a real need.
You gotta sleep on your toes, and when you're on the street,
You gotta be able to pick out the easy meat with your eyes closed.
And then moving in silently, down wind and out of sight,
You gotta strike when the moment is right without thinking.

And after a while, you can work on points for style.
Like the club tie, and the firm handshake,
A certain look in the eye and an easy smile.
You have to be trusted by the people that you lie to,
So that when they turn their backs on you,
You'll get the chance to put the knife in.

You gotta keep one eye looking over your shoulder.
You know it's going to get harder, and harder, and harder as you
get older.
And in the end you'll pack up and fly down south,
Hide your head in the sand,
Just another sad old man,
All alone and dying of cancer.

And when you loose control, you'll reap the harvest you have sown.
And as the fear grows, the bad blood slows and turns to stone.
And it's too late to lose the weight you used to need to throw
around.
So have a good drown, as you go down, all alone,
Dragged down by the stone.

I gotta admit that I'm a little bit confused.
Sometimes it seems to me as if I'm just being used.
Gotta stay awake, gotta try and shake off this creeping malaise.
If I don't stand my own ground, how can I find my way out of this
maze?

Deaf, dumb, and blind, you just keep on pretending
That everyone's expendable and no-one has a real friend.
And it seems to you the thing to do would be to isolate the winner
And everything's done under the sun,
And you believe at heart, everyone's a killer.

Who was born in a house full of pain.
Who was trained not to spit in the fan.
Who was told what to do by the man.
Who was broken by trained personnel.
Who was fitted with collar and chain.
Who was given a pat on the back.
Who was breaking away from the pack.
Who was only a stranger at home.
Who was ground down in the end.
Who was found dead on the phone.
Who was dragged down by the stone.

Linkin Park x 2



Para mim uma das melhores bandas da actualidade, sou doido pela música deles, não me canso de os ouvir...

Fiquem bem

Pipas

domingo, dezembro 21, 2008

terça-feira, dezembro 16, 2008

Tindersticks - Coliseu de Lisboa


ATENÇÃO!!!!!!!!!!!!!
Tindersticks no Coliseu de Lisboa dia 13 de Fev 2009
A NÃO PERDER!!!!!!

Entretanto aqui fica uma sinopse com a história da banda, retirada do site do Coliseu

"Há muito que Lisboa ansiava pelo reencontro com os amigos de longa data, Tindersticks. No dia 13 de Fevereiro, a banda liderada pela voz inconfundível do carismático Stuart A. Staples, apresenta o novo álbum “The Hungry Saw” no Coliseu de Lisboa.
Os britânicos Tindersticks são um daqueles casos raros de amor que o público português devota a uma banda. Desde que editaram os dois primeiros álbuns, ambos homónimos, que os Tindersticks têm vindo a ser alvo de um culto crescente em Portugal.
O sucesso mais alargado surgiu com o quarto álbum, “Simple Pleasures” (1999), onde os Tindersticks acrescentaram alguns elementos soul à sua música, como o uso de coros femininos.
Em 2005, Stuart A. Staples decidiu fazer música por conta própria e editar dois álbuns de originais: “Lucky Dog Recordings 03-04” e “Leaving Songs”. Apesar de muito se ter especulado sobre o final dos Tindersticks, a banda regressou aos concertos em 2006.
Com a formação reduzida a três elementos, editaram em Abril deste ano o sétimo álbum de originais, “The Hungry Saw”, que vêm apresentar a Portugal, dia 13 de Fevereiro no Coliseu de Lisboa. "
Não ponho nenhum vídeo porque já tenho aqui no blog
Fiquem bem
Pipas

Muralhas (exercício de escrita)

Quando o meu olhar cruza o teu; quando os meus olhos poisam nos teus; quando me fixo em ti e os meus olhos entram pelos teus, sondando a tua alma; todo o meu corpo estremece e transpira de dor!
Porque a tua alma me está vedada!
Como uma muralha de pedra ancestral, tu fechas-te a mim, intrasponível...
Mas! Lentamente, como um exército que acerca esse teu castelo fechado, vou apertando o cerco, encostando as minhas torres de assalto às tuas ameias, embatendo os meus arietes contra os teus portões trancados, minando por baixo lentamente, as muralhas, com todo o tempo do mundo.
Tal como na conquista de Tróia, onde ambos os lados se degladiam no infinito à procura da glória e do amor...
Eu espero!
Aos poucos, pedra a pedra vou desgastando essa tua muralha, até que um dia ruirá de vez...
E tu te entregarás a mim!
To: M

segunda-feira, dezembro 15, 2008

Sapatos justiceiros!!!




Só tenho pena dos sapatos coitados, se chegassem a bater nos cor*** do srº, ainda se podiam magoar!!

Fiquem bem

Pipas

domingo, dezembro 14, 2008

O Tal Natal - Herman José ao vivo no Tivoli

Boas amigos(as), esta semana tive o prazer de ter sido presenteado por uma pessoa que me é muito querida, com o convite de ir assistir ontem ao espectáculo que o Herman José deu no Teatro Tivoli.
Sendo um grande fã do Herman José, evidentemente que não ia perder esta oportunidade quase única e lá fomos nós...
O espectáculo, lá começou com o normal quarto de hora de atraso, mas ninguém ligou a isso, porque foi um espectáculo tão bom, tão hilariante e inteligente como só o Herman consegue fazer e ser.
Tendo como tema principal uma retrospectiva da sua carreira e vida, o Herman brindou-nos sempre em tom de diálogo entre amigos, com uma série de sketchs de personagens suas conhecidas como a "Maximiliana"; o "Nelo", (que foi um dos pontos altos da actuação da noite, em que ele chamou ao palco a Maria Rueff e com ela faz uma cena absolutamente fantástica que consistiu na separação do "Nelo" e da "Tété"), ou o "Estebes" com o seu hino "Bamos lá cambada..." com que fechou o espectáculo, passando também pelas inevitáveis imitações de figuras públicas portuguesas, desde a Amália, José Castelo Branco e Lady Betty, Prof. Hermano Saraiva, à Lili Caneças entre outros.
Tudo isto foi animado e intervalado com música, estando no palco com ele uma banda "Maestro Pedro Duarte e a sua orquestra", que o acompanhou sempre muito bem e tocando com ele temas nossos conhecidos como os genéricos de alguns dos seus programas ou músicas bem conhecidas como por exemplo o "New York, New York" de Frank Sinatra que o Herman tão bem cantou.
O espectáculo durou cerca de duas horas onde foi rir do princípio ao fim, sempre num tom informal, um misto de Stand Up Comedy com musical e Talk Show.
O Herman mais uma vez mostra que continua com todo o seu esplendor, humor e acima de tudo inteligência, visto que ele é capaz de dizer piadas e gozar com situações que nós por vezes assistimos no nosso dia a dia mas nem nos apercebemos delas.
Acho que com isto ele veio "calar" muita gente que diz que ele está "acabado", na minha opinião penso que não, apesar de toda esta profusão de novos e óptimos humoristas portugueses o Herman continua a ser o MAIOR!!!
(ok reconheço que não sou isento em relação a ele, admiro-o muito)
Para terem uma ideia do meu entusiasmo, levei máquina fotográfica e nem tirei uma única fotografia, porque me esqueci completamente que a tinha levado!
Depois destas duas maravilhosas horas de humor, nada melhor que um pouco de conversa com quem se gosta muito, e a ouvir boa música no Hard Rock Café, para terminar a noite em beleza...
Fiquem bem
Pipas

sábado, dezembro 13, 2008

Devaneios II... (exercício de escrita)





I
Algures na noite ele chega, caminhando através dos tempos imortais.
Percorrendo a imensidão do vazio e trazendo consigo o vento gélido da morte
Que trespassa as almas, como as lanças dos guerreiros que com ele tombaram.
Da noite eterna ele fez a sua morada, caminhando através do desespero e do horror,
levando com ele corações enfermos, alimentando-se de desespero e de medo.
Contra ele nada podem os mortais, o seu dia chegará...
E aí! Todos saberão!
A eterna verdade escondida, que os sábios ocultaram, temendo-o...
O Sol negro se tornará
A vida terminará
Apenas ele reinará!

-------------------------------------------------------------------------------------

II
Nas trevas gélidas onde as almas são punidas e condenadas ao sofrimento, ele reina com todo o esplendor do caos,
servos sem razão cumprem os seus desejos mais pérfidos e maléficos...
Criaturas sem vontade própria sucumbem aos seus mais atrozes castigos e horrores, durante toda a eternidade.
O seu reino aumenta alimentado pela insatez do homem que teima a destruir-se a si próprio.
Hordas dos seus súbditos emergirão das trevas e conquistarão o que resta do mundo, transformando-o num inferno permanente,
onde ele irá reinar com toda a sua glória!

Pipas


Nota explicativa: Como o título indica, estes textos são apenas exercícios de escrita, não sou nenhum adorador de satanás, apenas é um bom tema para pôr a imaginação a trabalhar.
Fiquem bem

domingo, dezembro 07, 2008

Devaneios... (exercício de escrita)


"Adorava sentir o sabor doce e morno da tua língua na minha, sentir a carne dos teus lábios contra a carne dos meus, olhar o branco do esmalte dos teus dentes, como um mar de leite que se estende pelo meu olhar...
Perder-me na imensidão do azul dos teus olhos, como o céu num dia límpido de calor tórrido, percorrer o teu corpo com as minhas mãos, sentir todos os centímetros do teu corpo, entrelaçar os meus dedos nos teus, como o fecho de um cadeado, cheirar-te, saborear esse teu perfume que exala do teu corpo e que entra pelas minhas narinas percorrendo todo o interior do meu ser, correndo as minhas veias, misturando-se com o meu sangue e aumentado a minha vida...
Ter os teus cabelos longos e claros a roçarem a minha face, a perderem-se no meu corpo, caídos e misturados com os meus, receber o teu calor e junto ao meu, num abraço longo e apertado onde todo o nosso amor e corpos se fundem e se tornam apenas um..."
To M.

Video Games Live







Amigos(as), hoje, ou melhor ontem tive o prazer de assistir a um espectáculo um pouco fora do normal, mas bastante original e muito, mas mesmo muito bom, aliás fiquei deveras "pasmado"com ele.
O espectáculo em questão foi o VideoGames Live, no Campo Pequeno.
Este espectáculo consiste numa orquestra sinfónica (geralmente do país onde actuam), com um maestro (Jack Wall) e um apresentador/músico (Tommy Tallarico), que são igualmente os mentores e coordenadores deste projecto que interpreta as bandas sonoras de alguns dos jogos de vídeo (consolas, PC's e outros), mais conhecidos de sempre.
Esta interpretação é em coordenação com as imagens e traillers desses mesmos jogos que vão passando num ecrã gigante, e com efeitos especiais e de luz.
Além disso, o espectáculo tem uma componente de interacção com o público muito grande, com o apresentador a conversar com a gente, a fazer as introduções do jogos e das músicas, passando pequenos filmes com os criadores e compositores do jogos igualmente a apresentá-los e levando também elementos do público a jogar em palco, criando com isso uma atmosfera festiva.
A qualidade musical do evento, foi das melhores, a orquestra e o coro Sinfonietta de Lisboa, são esplêndidos músicos e estiveram sempre bem no acompanhamento e na sincronização da música com as imagens.
Veio também um pianista que faz parte da equipa dos VideoGames Live que é o Martin Leung, que deu um "show" de piano a solo em que pôs toda a gente de boca aberta, um grande intérprete sem dúvida nenhuma.
Gostei muito do sítio, ainda não tinha ido ao Campo Pequeno desde a sua reabertura e gostei muito, fiquei pasmado com a acústica do mesmo, muito boa mesmo.
Em relação ao público, esteve muito bem, casa quase cheia, na sua maioria pessoal "freak" dos jogos, que conheciam todas as músicas e jogos, vibravam completamente e muito participativos dando como atrás referi esse ambiente de festa.
Gostei muito das interpretações das músicas dos jogos: Civilization 4; Final Fantasy; Metal Gear Solid; Warcraft; Castlevania e outros tantos...
Adorei o espectáculo pela temática e originalidade, a qualidade da música e a sua intepretação e o ambiente em si, recomendo a toda a gente, mesmo não sendo "freak" dos video jogos.
Vou deixar algumas fotos que tirei no espectáculo (peço desculpa pela fraca qualidade) e um vídeo de um outro espectáculo deles para terem uma pequena percepção do que eu vi hoje.
Fiquem bem.
Pipas
P.S. Mais uma vez tenho de agradecer à minha prima do coração, porque novamente, foi através dela que pude assistir a este espectáculo.
Adoro-te Prima!!!!!




Thievery Corporation - As fotos finalmente












Como diz o velho ditado; "Mais vale tarde do que nunca!", aqui ficam (algumas) fotos do concerto dos Thievery Corporation no coliseu de Lisboa.
Fiquem bem.
Pipas

segunda-feira, dezembro 01, 2008

Dia Mundial da Luta Contra a Sida


Boas amigos(as), hoje dia 1 de Dezembro, para além de se comemorar a restauração da Independencia de Portugal a Espanha no ano de 1640, comemora-se também a nível mundial o Dia Mundial da Luta Contra a SIDA.
A SIDA, como se sabe é uma doença que ainda não tem cura, é contagiosa e mortal.
Todos nós temos a obrigação e o dever de lutar contra a sua propagação, tendo certos cuidados que não custam nada e nos podem salvar a vida.
Temos igualmente o dever de não discrimar as pessoas infectadas com essa doença e ajuda-las a suportar esse tão pesado fardo.
Acho que todos nós nos devemos sensibilizar e nunca pensar que só acontece aos outros a certos "tipos" de pessoas, porque isso é mentira, porque todos nós actualmente podemos ser infectados independentemente do grupo social em que estamos inseridos.
Pensem bem neste assunto é muito sério e não é só a nossa vida que está em jogo é também a de outros que podem ser contagiados por alguém que tenha SIDA sem saber.
Fiquem bem
Pipas

Intimidades...

Porque será que aquilo que não presta é sempre mais atraente e apetecido em detrimento aquilo que de facto é bom, verdadeiro e sincero???
Fiquem bem
Pipas
P.S. Obrigado amiga por me teres aturado às 4 da manhã com as minhas filosofias e desabafos de trazer por casa...

Santogold

Boas amigos(as), voltando ao tema do post anterior, vou deixar dois vídeos de uma das artistas que vão ser "cabeça de cartaz" no SuperBock Em Stock.
Refiro-me à cantora Norte-Americana Santogold, uma das maiores referências do universo musical Indie/Rock dos últimos tempos.
Espero que gostem.
Fiquem bem
Pipas



quinta-feira, novembro 27, 2008

SuperBock em Stock


Nos próximos dias 3 e 4 de dezembro, vai-se realizar em diversas salas de Lisboa o festival Super Bock em Stock.
Inspirado no programa de rádio Rock em Stock, este festival reune uma série novos artistas nacionais e internacionais da nova cena musical alternativa e não só.
As salas onde se irá decorrer o festival são: Cinema São Jorge sala 1 e 2, Teatro de Variedades, Teatro Tivoli e Cabaret maxime.
Uma novidade neste festival é que vai ser distribuida uma aplicação em bluetooth para avisar as pessoas do número de lugares disponíveis nas diversas salas onde decorre o festival.
Aqui fica o cartaz do festival:
3 de Dezembro

Maxime : A Fine Frenzy, El Perro del Mar, Norberto Lobo + Jack Rose
Tivoli : José James, Santogold
São Jorge : Ladyhawke, Rui Reininho
Sala 2 do São Jorge : doismileoito, Os Pontos Negros
Teatro Variedades : Caravan Palace, Guys From The Caravan, Tanya Stephens

4 de Dezembro

Maxime : The Profilers, De Marco, FrankMusik
Tivoli : The Walkmen, Marcelo Camelo
São Jorge : Phoebe, Deolinda
Sala 2 : Peixe : Avião. João Coração
Teatro Variedades : Lykke Li, Zita Swoon - A Band In A Box, X-Wife, A Stereo Addiction

O passe é unico, serve para os dois dias, e custa 40€. E pode ser adquirido nos locais habituais.
Fiquem bem
Pipas

segunda-feira, novembro 24, 2008

Festival Internacional de Marionetas de Sintra (FIMS


Encontra-se a decorrer durante os meses de Novembro e Dezembro o Festival Internacional de Marionetas de Sintra.
Este festival, teve o seu início no fim de semana de 8 e 9 de Novembro e tem espectáculos todos os fins de semana até 21 de Dezembro.
Os espectaculos são representados no Auditório António Silva no Cacém e decorrem ao sábado às 16 horas e aos domingos às 11horas, os preços são bastante acessíveis, sendo de 4,25 euros os bilhetes de família, 4 ou mais, os bilhetes normais de 5 euros e o passe para todos os espectáculos de 15 euros.
A programação é a seguinte:

8 e 9 Nov. - O Segredo do Rio, de Miguel Sousa Tavares
Fio d’Azeite / Chão de Oliva (Por.)

15 e 16 Nov.- A Ver Navios
D. João VI vs Carlota Joaquina
S. A. Marionetas (Por.)

22 Nov.- História de uma Gaivota
e do Gato que a ensinou a voar, de Luís Sepúlveda
Teatro Art’Imagem (Por.)

23 Nov.- Crokorócódilo
Algazarra (Por.)

29 e 30 Nov.- Contaloucos
Tanxarina (Esp.)

6 a 21 Dez.- Sopa da Pedra
Fio d’Azeite / Chão de Oliva (Por.)
Esta é uma óptima iniciativa e um espectaculo bem interessante, já tive o prazer de assistir a uma representação deste festival e é bem agradável, ainda mais sendo teatro de marionetas que é uma coisa fantástica, virado essencialmente para as crianças, mas que todos nós adultos de certeza que também gostamos.
Fiquem bem
Pipas

domingo, novembro 23, 2008

Continuação do post anterior

Para ti, M. S.

O que é preciso é um pouco de paciência...

Beijo

sábado, novembro 22, 2008

Eu me confesso!!!!

Olá amigos(as), todos os que me conhecem, tanto pessoalmente como virtualmente através do pipasbog, já se devem de ter apercebido mais ou menos o tipo de música que oiço, visto deixar aqui muitas sugestões musicais.
Como sabem tenho gostos variados, oiço aquilo que considero ser bom, tanto a nível da música, como da letra e dos intérpretes e os meus gostos variam desde a música clássica, ao jazz mas acenta principalmente no rock, seja ele mais "pesado" ou alternativo.
Há um tipo de música que eu sinceramente não ligo mas que infelizente é o mais ouvido e passado nos "canais" de divulgação, ou seja na rádio e na tv, que é a pop comercial.
Agora vou explicar o porquê do título do post e a relação com a temática do mesmo.
É que dentro desse tipo de música, a pop comercial há actualmente dois artistas que eu até oiço e "gosto" que são a Leona Lewis e o Henrique Iglesias!!!
Pasmados? Também eu, comigo próprio, mas enfim ninguém é perfeito e como não tenho nada a esconder resolvi fazer-lhes esta revelação".
Sim... Podem fazer comentários irónicos em relação a isto!
Claro que vou deixar um vídeo de cada um deles aqui no post, espero que gostem (ou não).
Fiquem bem!
Pipas





terça-feira, novembro 18, 2008

Parabéns Mickey



Boas amigos(as), faz hoje 80 anos que foi criada essa maravilhosa personagem que tanto nos encantou em criança (e que ainda encanta) o Mickey Mouse ou como é conhecido entre nós o Rato Mickey.
O Rato Mickey foi criado no dia 18 de Novembro de 1928, por Walt Disney e tinha inicialmente o nome de Mortimer, sendo depois alterado para Mickey por sugestão da sua mulher que achava o nome muito formal para uma personagem animada.
Durante estes 80 anos de vida Mickey sofreu várias alterações e juntou um universo de personagens criadas por Disney e pelos seus seguidores à sua volta. As personagens mais conhecidas são a sua eterna namorada a Minnie, o seu cão o Pluto e o seu grande e desastrado amigo o Pateta.
Igualmente o Mickey aparece no universo Disney como um detective que luta contra o crime tendo como os seus principais inimigos o Bafo de Onça e o Mancha Negra.
Aqui fica a minha pequena homenagem a essa personagem que tem feito as delicias de crianças e não só, desde há 80 anos por esse mundo fora, contribuindo assim para a alegria e bem estar de todos nós.
Parabéns Mickey!!!!
Deixo um vídeo de um dos melhores filmes da Disney em que ele aparece: O Aprendiz de Feiticeiro no filme Fantasia.
Fiquem bem
Pipas


sexta-feira, novembro 14, 2008

Estoril Film Festival


Boas amigos, inicia-se hoje o Estoril Film Festival, que como o nome indica decorre no Estoril, mais propriamente no Casino do Estoril, no Centro de Congressos do Estoril e no Teatro Mirita Casimiro, espaços que dividem entre si os vários eventos do festival.
Este ano o festival tem para além da competição propriamente dita e da exibição de filmes extra concurso, uma homenagem ao realizador Bernardo Bertolucci e uma retrospectiva do trabalho de Tim Burton.
Deixo aqui o texto de apresentação do Estoril Film Festival, para terem uma ideia do que consiste o festival.

"Estoril Film Festival 2008, sob a direcção de Paulo Branco celebra o cinema enquanto criação artística, destacando, sobretudo, a sua transversalidade e o fascínio que exerce sobre as outras artes.
Lançado o mote, parte para a aposta na exploração da sétima arte exaltando as três vertentes específicas do cinema - arte, entretenimento e indústria – através da obra dos mais incontornáveis realizadores contemporâneos.
A competição centra-se na qualidade do cinema europeu. Fora de competição extravasam-se os limites geográficos, em prol da divulgação do que melhor se faz a nível técnico e criativo em todo o mundo.
Espaço de intercâmbio de conhecimentos e formas de ver o cinema, conta com masterclasses, reunião de artistas internacionais, encontros com o público, debates, concertos e exposições. Destaque ainda para o encontro entre as melhores escolas europeias de cinema, a reunião anual dos distribuidores europeus e um debate que conta com a presença dos mais conceituados críticos de cinema a nível internacional."
Fiquem bem
Pipas


quinta-feira, novembro 13, 2008

Ensaio Sobre a Cegueira



Boas pessoal, ontem fui ver a ante-estreia do tão falado "Blindeness - Ensaio sobre a cegueira", adaptação do livro homónimo do Saramago.
Visto ter acabado de ler o livro há poucos dias e ainda estar bem presente na minha memória toda a sua história e acção, que eu gostei bastante, fui com algumas reservas porque são raras as adaptações de livros que resultam em filme que conseguem ser fieis aos mesmos.
Lá fui eu até ao El Corte Ingles às 22h, sala quase cheia e grande a expectativa.
Deu-se início à projecção...
O que posso dizer em relação ao filme...
Na minha opinião pessoal, gostei bastante, está fiel ao livro e consegue recriar todo o ambiente nele descrito, naturalmente, não tão forte porque apesar de se ver nas imagens, por exemplo, a sujidade e a vida deles no meio dela, a descrição no livro consegue ser mais profunda e impressionante, o mesmo se passa em outras cenas mais "pesadas", nomeadamente a referente à chantagem que as mulheres são sujeitas, onde está implícito o que lhes está a acontecer, mas não impressiona tanto como ler a descrição dos actos no livro.
No que eu chamo a 2ª parte da história, a acção está mais resumida e faltam cenas que estão no livro e que poderiam estar também no filme (mas compreende-se, se estivesse lá tudo o filme durava 4 horas), contribuindo para um desfecho mais rápido da história.
Gostei também do trabalho dos actores, têm um desempenho fantástico e nota-se uma entrega total ao papel que eles representam.
A parte técnica está boa, os planos são lentos mas pormenorizados, entrecortados por vezes com o fundo branco que nos dá a sensação de cegueira que os atinge.
Resumindo, gostei do filme, está bem feito e bem representado e mesmo com alguns cortes na história consegue estar fiel ao livro, mantendo igualmente as falas dos personagens na íntegra.
Merece ser visto

Fiquem bem

Pipas

sexta-feira, novembro 07, 2008

Joan as Police Woman

Hoje deixo-vos um vídeo de uma cantora e "songwriter" Norte - Americana que se chama Joan Wasser, mas que é conhecida como "Joan As Police Woman"
Joan para além de cantora e "songwriter", também toca violino, guitarra e piano. Iniciou-se na música muito nova, tendo feito parte de vários grupos e foi também namorada do músico Jeff Buckley, que morreu afogado acidentalmente em 1997.
Em 2006 lança o seu 1º album a solo, "Real Life" já como "Joan As Police Woman" e este ano lançou o seu 2º album, "To Survive".
A música dela é uma música apesar de etiquetada como "Indie" (alternativa), é uma música que se ouve bastante bem, é bem construída musicalmente e tem letras bem escritas e elaboradas, merece bem ser ouvida com atenção.
Joan As Police Woman, vem este domingo dia 09 de Novembro ao Centro Cultural Olga Cadaval em Sintra para um concerto.
Gostava de lá ir...
Deixo-vos o vídeo da música "To Be Loved" para terem uma idéia do trabalho dela
Fiquem bem
Pipas


quarta-feira, novembro 05, 2008

Parabéns Obama

E pronto!! Terminou o "circo"!!
Como todo esperávamos, o senador Barack Obama venceu as eleições Norte-Americanas.
Após um largo periodo de tempo, desde as primárias até às eleições propriamente ditas, Obama conseguiu passar a sua mensagem e ideias políticas, sociais e económicas e convencer o povo Americano, que lhe deu a vitória.
Agora é esperar e ver se esta "lufada de ar fresco", vem de facto corresponder às esperanças nele depositadas e alterar para melhor a vida dos Norte-Americanos e até mesmo para a vida mundial, resolvendo (ou pelo menos tentando) os vários problemas que nos atingem nomeadamente - as guerras no Iraque e no Afeganistão e a crise económica que vem assolando o mundo há vários anos.
Para já:
Parabéns Obama
Fiquem bem
Pipas

segunda-feira, novembro 03, 2008

Fábrica Braço de Prata


Boas amigos(as), na passada sexta feira à noite, fui a um encontro de pessoas pertencentes a um fórum aqui na internet (www.bbde.org), que tal como eu adoram ler e livros.
O sítio escolhido para essa pequena tertúlia foi a Fábrica de Braço de Prata.
A Fábrica de Braço de Prata, inaugurada em 1908, foi até recentemente a maior fábrica de armamento e munições de Portugal.
Após o seu fecho toda sua área foi comprada pela empresa de construção Obriverca, que pretende fazer uma área habitacional naquela área de Lisboa, com um projecto do arquitecto Renzo Piano.
O edifício da administração, um palacete foi entretanto cedido em regime de comodato a um grupo de pessoas que voluntáriamente fizeram pequenas obras e transformaram o velho edifício num espaço cultural.
Actualmente a Fábrica Braço de Prata é um local onde se pode assistir a vários eventos, como concertos musicais e exposições ou comprar livros, visto estarem lá localizadas duas livrarias bem conhecidas de Lisboa, a Ler Devagar e a Eterno Retorno, ou simplesmente sentar-se a conversar com os amigos em frente a umas loiras geladas tal como eu fiz na sexta.
Achei o ambiente fantástico, nada elitista nem complicado, as pessoas andavam à vontade, percorriam as várias salas do edifício, viam/ouviam os concertos, conversavam umas com as outras, enfim, estava-se mesmo bem.
Gostei muito de lá ter ido, já tinha ouvido falar do local mas nunca pensei que fosse tão interessante, quero ver se lá volto brevemente para explorar melhor todo o potencial do local!
Aceito boa companhia...
Fiquem bem
Pipas

sexta-feira, outubro 24, 2008

Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora


Boas amigos(as), inicia-se hoje a 19º edição do Festival Internacional de Banda Desenhada da Amadora.
Este festival, é o maior evento realizado em Portugal relacionado com a chamada 9ª arte, a Banda Desenhada.
Como o próprio nome indica realiza-se na cidade da Amadora, tendo o seu núcleo central no Fórum Luís de Camões, na Brandoa, mas tendo também outras exposições e actividades paralelas espalhadas pela cidade da Amadora, mais propriamente no Centro Nacional de BD e Imagem, Galeria Municipal Artur Bual, Recreios da Amadora e Casa Roque Gameiro.
O tema escolhido este ano é a "Tecnologia e Ficção Científica", tendo por isso o Fórum luís de Camões sido modificado e alterado de propósito para o efeito.
Para além deste tema, também vão ser editados uma série de livros de Banda Desenhada, sobre alguns dos mais importantes músicos e bandas Pop/Rock nacionais, como os Xutos e Pontapés ou o Jorge Palma, com respectivas actuações dos mesmos.
Como normalmente haverá lançamentos de novidades, artistas convidados, debates, conferências, sessões de autógrafos e tudo o mais que é habitual neste tipo de eventos.
O FIBDA inicia-se hoje e prolonga-se até dia 9 de Novembro, com horários alargados e preços bastantes acessíveis, sendo também as actividades fora do Fórum Luís de Camões de entrada gratuita.
Aconselho a todos a darem lá uma saltada, é sempre um evento cultural diferente, instrutivo e é uma óptima forma de se passar umas boas horas com a família.
Fiquem bem
Pipas

quarta-feira, outubro 22, 2008

The Future of Food - O Futuro da Comida

Boas amigos(as), ontem à noite estive a ver um documentário que se chama "The Future of Food" e que trata disso mesmo, o futuro da comida.
Neste documentário, realizado e co-produzido por Deborah Koons Garcia, é nos apresentado o estado actual dos produtos que fazem parte da nossa alimentação, centrando-se principalmente na questão dos alimentos transgénicos e modificados.
Fala-nos das grandes empresas que têm o monopólio das sementes transgénicas, da utilização dessas mesmas sementes, da contaminação e disseminação dessas sementes nas culturas naturais e mais chocante e vergonhoso, a patenteação dessas sementes e os processos judiciais movidos aos agricultores que por alguma razão ficaram com as suas culturas contaminadas sem culpa.
Mostra-nos igualmente a pressão exercida por essas empresas aos governos, centrando-se no exemplo Norte-Americano que é onde essas empresas têm o seu poderio, mostrando exemplos de elementos do governo que acumulavam cargos nessas mesmas empresas ou nas suas subsidiárias.
Este tema, é um tema muito pertinente nos dias de hoje, porque tem a ver com todos nós e com os nossos filhos, coloca questões importantes, sobre reacções que a nossa saúde poderá ter a esses alimentos alterados geneticamente e com a extinção dos alimentos naturais, nomeadamente as sementes e com isso o controle das sementes transgénicas através das patentes. Ou seja: as companhias podem tornar-se donas dos alimentos e só elas é que controlam a sua produção, armazenagem e distribuição.
Após ver este documentário, fiquei com outra opinião sobre os alimentos transgénicos e os perigos que eles podem trazer para a nossa saúde e futuro.
Aconselho a verem este documentário.
Fiquem bem
Pipas




segunda-feira, outubro 20, 2008

Thievery Corporation II

Boas amigos(as), tal como ontem vos disse aqui no blog, hoje (ontem, porque há hora que estou a escrever este post já é segunda-feira), fui ao concerto dos Thievery Corporation.
Assim foi, arranquei aqui do Cacém eram 20horas, lá fui até Lisboa com a minha companhia, como de costume estacionamento na zona da Av. da Liberdade é mentira, lá tivemos de pôr o veículo no parque subterranêo dos Restauradores (4 euros e 45 cêntimos 3horas).
Encaminhámo-nos até ao Coliseu, mostro os bilhetes à entrada e quando os funcionários viram para onde era, dispensaram logo um deles para nos acompanhar e abrir a porta do camarote.
Portanto camarote, para nós dois, óptimo.
O concerto propriamente dito, estava com início marcado para as 21horas, mas começou meia hora depois.
Iniciou com um mini documentário sobre o envolvimento e as acções em que eles (Thievery Corporation), participam para o World Food Program das Nações Unidas, com imagens deles no Nepal, Haiti e vários países de África, para sensibilizar as pessoas para o que se passa nesses países. Logo de seguida iniciou-se o concerto.
Meus amigos(as), posso-vos dizer que há bastante tempo não via um concerto tão bom!!!
O Coliseu completamente cheio, no palco a banda, os dois elementos principais da banda, os DJ's Rob Garza e Eric Hilton, numa enorme mesa de DJ ao fundo do palco, com um painel por trás onde eram exibidas imagens, desde pedaços de vídeoclips deles a imagens psicadélicas. Juntamente com eles vem o resto da banda, um guitarrista, um baixista, 2 percursionistas com a particulariedade de um deles ser vocalista também em vários temas, um saxofonista, um trompete, 4 cantoras, uma brasileira, com uma energia em palco fabulosa, uma argentina com uma óptima voz, 2 norte-americanas, um duo de cantores reggae/hip hop e para finalizar uma dançarina de danças orientais e do ventre.
Como podem ver, não faltou variedade no espectáculo.
Foi uma loucura, todos eles transportavam uma energia e alegria contagiante, souberam interagir com o público, nunca houve momentos mortos, intercalaram bem as diferentes vertentes e fusões das suas músicas, tocando por exemplo uma ou duas músicas com sonoridade reggea e em seguida outras duas com sonoriedades orientais ou brasileiras, nunca caindo na monotomia nem na separação de géneros.
Para além do concerto que durou hora e meia, houve mais 3 encores, sendo a última e derradeira entrada em palco, não planeada e mesmo por vontade do público que não "arredou pé" de dentro do Coliseu.
Ou seja o concerto no total durou 2h30, acabando bem perto da meia-noite.
A minha opinião, é que fiquei deveras impressionado, nunca tinha ouvido com atenção as músicas deles, alias como referi no post anterior não são bem o meu género musical, mas achei-os muito bons, têm músicas intervencionistas cujas letras falam dos problemas que assolam a nossa sociedade, tal como a fome, a violência e a crise financeira mundial. Fiquei com vontade de os conhecer melhor.
Resumindo, foi um espectáculo muito bom, a minha companhia estava nos mesmos moldes que eu a nível de conhecimento do trabalho deles e também ficou muito impressionada.
Adorei e recomendo
Fiquem bem
Pipas

P.S. Tinha prometido deixar fotos do concerto neste post, mas as fotos foram tiradas com uma máquina que não é minha, assim que tiver as fotos em meu poder, aqui serão postas.
Em compensação vou deixar outro vídeo deles.

P.S.2 Arco Íris, o timming foi péssimo, se cá estivesses sabes bem que eras tu que estavas lá comigo no concerto... Mas haverá mais oportunidades...

P.S.3 Prima ADORO-TE, sabes o porquê, não vou alongar-me mais... Obrigado



domingo, outubro 19, 2008

Thievery Corporation

Boas amigos(as), hoje, domingo 19, no Coliseu de Lisboa às 21horas, vai-se realizar o concerto dos Thievery Corporation... E eu vou lá estar!!!!
Pois é vou ver o concerto no Coliseu de Lisboa, e num CAMAROTE principal!!!
(Obrigado priminha és a maior!! Adoro-te!!!)
Para quem não conhece os Thievery Corporation, eles são um duo de músicos Norte-Americanos, de música electrónica e fusão, com influências de jazz, dub e bossa nova. Têm uma sonoridade lounge muito bem conseguida e melódica. Apesar de não ser o meu género preferido de música, aprecio-os bastante e são de uma grande qualidade.
Apresentam-se amanhã em concerto no Coliseu de Lisboa com vários convidados musicais a acompanha-los.
Depois faço um relato aqui no blog de como foi o concerto e ponho umas fotos.
Entretanto para aguçar a curiosidade, deixo um vídeo de uma das músicas mais conhecidas deles "Lebanese Blonde".
Fiquem bem
Pipas






quinta-feira, outubro 16, 2008

DocLisboa 2008


Boas amigos(as), inicia-se hoje a sexta edição do DocLisboa, Festival Internacional de Cinema Documental de Lisboa.
Esta mostra de cinema documental é das mais conhecidas e das melhores em termos de filmes documentais que são feitas actualmente em todo o mundo.
Sendo esteano a sexta edição como atrás referi, é igualmente a que mais filmes traz, cerca de 180 que serão exibidos nos cinemas São Jorge e Londres e também na Culturgest.
O filme de abertura deste ano é o "Z 32" do realizador Israelita Avi Mograbi que fala sobre excessos cometidos pelos soldados Israelitas aos Palestinianos. Para encerrar no dia 26 deste mês temos um filme do famoso Kusturica, "Maradona by Kusturica" que retrata o famoso jogador como uma das suas personagens.
O festival contém várias secções de mostra, que abordam diferentes temas da nossa vida e sociedade, como as alterações jurídicas ao casamento, divórcio, etc.. Abundam também filmes de "ficções da realidade" e autobiográficos.
Vai haver também uma secção sobre o tema das eleições Presidenciais Norte-Americanas, sendo exibidos 3 filmes clássicos e uma secção com filmes "Made in China", com documentários originais desse país.
O DocLisboa, é uma iniciativa de louvar, devido à qualidade dos filmes em mostra e aos temas por vezes perturbantes que abordam e nos põem a pensar na vida.
Só espero que continue assim por muitos mais anos.
Fiquem bem
Pipas

domingo, outubro 12, 2008

Pink Floyd - Wish You Were Here

Já que ando numa de nostalgia, aqui fica outra "Grande malha"!!!
Os Pink Floyd, com a sua fantástica música "Wish You Were Here"
Este vídeo é tirado do concerto Live8, em que eles se reuniram para esse mesmo concerto especial.
Espero que gostem também.
Fiquem bem
Pipas



Desafio - resposta

Bom em resposta ao desafio proposto pelo meu amigo Maldonado do Blog "A Terceira Via", aqui vai:

Os cinco filmes da minha vida:
- Apocalypse Now
- Platoon
- A Missão
- Blade Runner
- O Clube dos Poetas Mortos

As cinco músicas da minha vida:
- The End (The Doors)
- Black (Pearl Jam)
- Romeo and Juliett (Dire Straits)
- Johnny Be Good tonight (Peter Tosh)
- Circo de Feras (Xutos e Pontapés)

Agora junto ao desafio também mais esta informação:

Os cinco livros da minha vida:
- Os Prazeres e as Sombras (Gonzalo Torrente Ballester)
- Por Quem os Sinos Dobram (Ernest Hemingway)
- O Livro do Desassossego (Fernando Pessoa)
- Os Cus de Judas (António Lobo Antunes)
- O Coração das Trevas (Joseph Conrad)

Naturalmente que esta escolha é muito subjectiva, existem muitos mais filmes e livros que me marcaram e hão-de me marcar durante a minha vida.
Provavelmente daqui a um ano estarão outros nesta lista se me voltarem a perguntar o mesmo.
Fiquem bem
Pipas

Genesis - The Lamb Lies Down on Broadway

Ola amigos(as), hoje fui ao fundo do baú e descobri esta preciosidade!
"The Lamb Lies Down on Broadway", um dos melhores albuns, senão o melhor album dos Genesis, na sua primeira fase, psicadélica e conceptual, na década de 70, ainda com o Peter Gabriel como vocalista e líder da banda.
Aqui fica um vídeo com um excerto de um concerto deles, absolutamente fantástico!!!
Fiquem bem
Pipas


domingo, outubro 05, 2008

Um belo exemplo a seguir


Andava eu pela net quando descobri esta notícia.

Penso que é um perfeito exemplo de como uma empresa moderna deve de agir perante o bem estar com os seus empregados e a sociedade que a rodeia e onde está inserida.

Pena que no nosso país este tipo de empresas com iniciativa, sejam as excepções à regra...


«Uma firma que oferece livros aos trabalhadores, promove idas ao teatro e organiza simpósios de escultura? Não, não se trata de um típico exemplo nórdico, mas apenas a original estratégia da DST, sediada em Braga.

"No início, achavam-nos meio esotéricos", confessa o administrador da Domingos Silva Teixeira (DST), José Teixeira. A estranheza inicial não tardou a ser assimilada tanto por trabalhadores como pelos clientes e, hoje, admite o responsável, "a nossa aposta na cultura é estratégica, um dos pilares em que tem assentado o nosso crescimento". O prémio literário instituído há 14 anos foi a primeira iniciativa da empresa - que também opera nas áreas do ambiente, energias renováveis, indústria e montagem de negócios - no sector cultural.

Inicialmente dirigido apenas a autores do distrito de Braga, o concurso adquiriu dimensão nacional há três anos (distinguindo os escritores Nuno Júdice, Filomena Marona Beja e Gastão Cruz) e hoje atribui um prémio monetário no valor de 15 mil euros, superior, por exemplo, ao galardão da Associação Portuguesa de Escritores.»

«A ligação da DST à cultura estendeu-se com rapidez a outras áreas. Como mecenas, a firma patrocina o Theatro Circo e a Feira do Livro de Braga, entre outros eventos pontuais, mas é junto dos trabalhadores que o esforço de promoção da cultura assume contornos ainda mais definidos. A oferta de livros e litografias no dia de aniversário, a edição de uma revista interna de poesia e o aluguer de um camarote no teatro destinado aos funcionários são algumas das iniciativas realizadas, mas há ainda aulas de iôga e simpósios de escultura com artistas renomados, cujas obras vão ser adquiridas pela empresa e posteriormente oferecidas ao município de Braga.

"Os trabalhadores que lêem produzem mais. Tornam-se mais tolerantes e adquirem uma ampla visão do Mundo que acaba por reflectir-se no seu trabalho", defende José Teixeira, convicto de que "ser culto não é só ler os clássicos nem ver filmes suecos".

Para a aposta crescente da firma tem contribuído fortemente a adesão dos trabalhadores, cada vez mais receptivos às propostas de lazer que vão sendo organizadas.

Cerca de 750 mil euros anuais é quanto custa o investimento anual da DST nas artes. Uma aposta que o CEO considera "muito barata", em função do "retorno que conseguimos obter".

"Já perdi a conta ao número de contratos alcançados que se iniciaram com simples conversas sobre as nossas actividades culturais", revela o administrador da DST, eleita, no ano passado, pela Great Place to Work Institute Portugal, a melhor empresa de construção civil para trabalhar no país e uma das 20 melhores em todos os ramos de actividade.

A má imagem actual das empresas de construção junto da generalidade das pessoas é admitida sem dificuldade por José Teixeira, para quem "foram os próprios empresários que se puseram a jeito para que isso acontecesse". O sector encontra-se, no entanto, em mutação acelerada, pelo que o administrador acredita que as práticas associadas a um passado ainda recente têm os dias contados.

"Num mercado competitivo, a cultura é um factor positivo de diferenciação. O cliente está mais sofisticado. Já não se fazem negócios como antigamente e quem não apostar na responsabilidade social não tem hipóteses de sobreviver", diz.

A propagação da Lei do Mecenato - "tal como está, apenas interessa às grandes empresas", afirma - seria um passo importante para que o apoio à cultura fosse mais efectivo, acredita José Teixeira. O empresário enviou mesmo uma proposta de reformulação da lei ao Ministério da Cultura, que previa uma discriminação positiva das empresas que investem na cultura.

"Na prática, estas firmas teriam prioridade na concessão dos concursos públicos", afirma. A sugestão, enviada a António Pinto Ribeiro e à sua antecessora no cargo, Isabel Pires de Lima, aguarda ainda resposta.»

Sérgio Almeida, Jornal de Notícias, 2008-09-18

sábado, outubro 04, 2008

Joy Division

Hoje estou naqueles dias em que me sinto um pouco "melancólico", não me apetece sair, nem fazer nada...
Então resolvi ouvir umas músicas... Mas que música ouvir com este estado de espírito? Pensei... Pensei... (coisa que por vezes até faço), e resolvi pôr os Joy Division com a inconfudível voz de Ian Curtis!
Então aqui ficam 2 vídeos deles:
O 1º (da música mais conhecida deles) - Love Will Tears us Apart - é uma nova versão do vídeo original, está engraçada, mais rica, cheia de efeitos.
O 2º é uma actuação ao vivo com outra das músicas mais conhecidas deles - She Lost Control.
Fiquem bem
Pipas










Ausência...

Boas amigos(as), sei que tenho andado bastante ausente, mas ainda não consegui resolver o meu problema com a questão da internet e a minha vida profissional, também tem sido bastante exigente daí esta ausência demorada.
Mas como podem ver, não me esqueci nem desisti deste meu/vosso blog, e de vez em quando cá vou aparecendo, nem que seja só para dizer "Olá".
Aproveito e deixo aqui um vídeo dos Deftones, com a música White pony epk
Fiquem bem até breve
Pipas

terça-feira, setembro 09, 2008

20 centímetros



Boas amigos(as), recentemente vi um filme que achei deveras engraçado e que aborda um tema que para muitos ainda é considerado tabu.
Os transsexuais e a vontade de trocar de sexo.
Com o título de "20 Centímetros" (em português), o filme de origem espanhola é realizado por Rámon salazar, realizador bastante conhecido do cinema espanhol.
Numa mistura de comédia, tragédia e musical, conta a história de "Marieta", um transsexual que sofre da doença de Narcolepsia, cujo único desejo é "livrar-se dos 20cm que tem a mais".
"Marieta" que se prostitui nas ruas de madrid, sofre as mais diversas desventuras, avanços e recuos, para conseguir alcançar o seu objectivo e com isso ganhar a sua felicidade, mesmo que para isso tenha de abdicar do amor da sua vida.
Conta igualmente seu problema com a narcolepsia, cujas crises são retratadas no filme de uma forma engenhosa, como sonhos musicais em que "Marieta" surge na pele de vedeta em diversos números.
Rámon Salazar, com este filme mostra-nos de uma forma descomplexada e alegre um problema que abrange muita gente actualmente mas que continua a ser visto como um tabu ou um complexo; a indecisão a cerca da sua sexualidade.
Também nos mostra uma visão da Madrid moderna, degradada, da prostituição, do vício, dos bairros pobres e de quem lá vive que tem de recorrer à prostituição ou negócios "menos claros".
Gostei muito deste filme, dou os meus parabéns a Mónica Cervera pelo seu desempenho no papel de "Marieta", mostrou uma aptidão e um à vontade enorme neste papel.
Aviso que o filme poderá ter também uma ou outra cena mais "quente", menos recomendável a visões mais púdicas.
fiquem bem
Pipas



quinta-feira, setembro 04, 2008

Outra vez sem net...

Outra vez sem net...
Assim que tiver o problema resolvido, volto "ao ataque"!!
Fiquem bem
Pipas

domingo, agosto 31, 2008

Venenos de Deus, Remédios do Diabo


"Aos 10 anos todos nos dizem que somos espertos, mas que nos faltam ideias próprias. Aos 20 anos dizem que somos muito espertos, mas que não venhamos com ideias. Aos 30 anos pensamos que nunguém mais tem ideias. Aos 40 achamos que as ideias dos outros são todas nossas. Aos 50 pensamos com suficiente sabedoria para já não ter ideias. Aos 60 ainda temos ideias mas esquecemos o que estavamos a pensar. Aos 70 só pensar já nos faz dormir. Aos 80 só pensamos quando dormimos."


Fala de Bartolomeu Sozinho, personagem do Romance de Mia Couto "Venenos de Deus, Remédios do Diabo".
Editorial Caminho

Absolutamente fabulosa e deliciosa esta descrição da vida do Homem!
Fiquem bem
Pipas

terça-feira, agosto 26, 2008

Incêndio do Chiado 20 anos



Fez hoje (dia 25) 20 anos desde que deflagrou o incêndio na zona do Chiado em Lisboa.
Na madrugada de 20 de Agosto de 1988, supostamente devido a um curto circuito nos Armazéns Grandela, deflagrou o maior incêndio dos últimos tempos na cidade de Lisboa.
Como todos sabemos e assistimos, (tinha 12 anos quando foi o incêndio), toda essa zona, ficou arrasada, todos os edifícios arderam, destruindo por completo tudo o que lá havia, deixando apenas as fachadas dos edifícios de pé.
Como em todas as calamidades, o fogo destruiu em poucas horas o que o Homem demorou anos a construir.
Este incêndio, para além da destruição material, causou infelizmente um morto, um dos cerca de dois mil bombeiros e polícias que combateram as chamas durante oito horas e vários feridos.
Uma das más situações apontadas que dificultaram o combate do incêndio, foi que na altura a Rua do Carmo estava fechada ao transito e tinha umas floreiras enormes com arvores no meio da via, o que impossibilitou que os bombeiros conseguissem levar as viaturas de combate de incêndios até perto do mesmo.
Devido ao incêndio centenas de pessoas ficaram sem empregos e as que lá habitavam ficaram desalojadas, criando situações sociais muito graves a essas famílias.
Felizmente, apesar da lentidão, toda essa zona foi recuperada, sendo esse trabalho entregue ao melhor arquitecto português da actualidade, Siza Viera, que fez um trabalho esplêndido, conseguindo recuperar as fachadas dos edifícios e integrá-las nas partes novas dos mesmos, criando uma nova dinâmica para o Chiado.
Actualmente o Chiado é uma das melhores zonas da cidade de Lisboa.
Mas...
Como estamos em Portugal, pouco ou nada se aprendeu com este incêndio.
Continua a existir por esse país fora, autênticos atentados urbanísticos, que não prezam a segurança e bem estar das pessoas e dos bens pertencentes a elas.
As autarquias têm de tomar uma acção mais dura e séria em relação a este assunto do ordenamento, porque senão qualquer dia arde mais algum bairro algures e poderá acontecer que em vez de um morto sejam muitos mais.
Pensem nisto.
Pipas
P.S. Uma nota particular, foi neste dia que a minha mãe deu entrada na maternidade para "dar à luz" dois dias depois o meu irmão mais novo.

domingo, agosto 24, 2008

THE END


Uma das músicas da minha vida...
Fiquem bem
Pipas

segunda-feira, agosto 18, 2008

A Vida interior de Martin Frost

Boa tarde amigos(as), hoje finalmente, tive a oportunidade de ver um filme, que já tinha vontade de ver há algum tempo.
O filme em questão, "A Vida Interior de Martin Frost" ou "The Inner Life of Martin Frost", no original, é um fime de 2007, que tem a particulariedade de ter sido escrito e realizado pelo escritor Norte-Americano Paul Auster, que tem uma obra muito boa e interessante, sendo na minha opinião um dos melhores escritores Norte-Americanos da actualidade, sendo este o segundo filme realizado por ele.
Outra particulariedade deste filme é ter sido filmado em Portugal, na zona de Sintra e contar com uma produção igualmente Portuguesa.
A acção, centra-se na personagem de Martin Frost (David Thewlis), escritor que acaba de publicar um livro e decide ir para casa de campo de um casal amigo que se encontra na India de férias, para aí descansar.
Aí surge-lhe novamente a vontade de escrever e inicia um novo trabalho... Mas vinda do nada, surge-lhe Claire (Iréne Jacob), que lhe vai alterar por completo a sua vida.
Este filme aborda uma história de amor estranha e fantástica, em que a fantasia suplanta a realidade ou então, onde ambas se misturam, produzindo um filme delicioso e adorável ao mesmo tempo.
Tecnicamente gostei do filme, que, sendo um filme intimista, não tem cenas de acção propriamente ditas, mas não se torna monótono por causa disso, utilizam-se planos lentos, focados nas personagens, dado mais ênfase ao trabalho das mesmas, uma iluminação natural, muito bem aproveitada, contêm ainda algumas situações cómicas e até mesmo um pequeno manifesto político anti-Bush.
Para além de Martin Frost e Caire, existem mais dois personagens, Jim Fortunato (Michael Imperioli) e Anna (Sophie Auster), que irão também ganhar importância com o desenrolar da acção.
Estas quatro personagens, são as únicas que aparecem no filme, reforçando o trabalho dramático de todas.
Como anteriormente referi, gostei do filme, achei-o delicioso, um bom filme para se ver descontraido, porque também não é nenhum filme complicado de se ver, nem o pretende ser.
Espero que gostem tal como eu gostei.
Deixo o trailer para terem uma pequena ideia do filme.
Fiquem bem.
Pipas



domingo, agosto 17, 2008

Festas Nossa Srª do Castelo - Coruche 2008







Boas amigos(as), eu como vocês todos sabem, sou da zona de Sintra, mas tenho uma "terra adoptiva" que é Coruche.
A minha família como é toda de Lisboa e não temos antepassados (pelo menos mais próximos), fora de Lisboa, nunca tive a chamada "terra" para onde se costuma ir passar férias ou fins de semana.
Mas os meus avós (maternos), quando se reformaram, por várias coincidências e acasos da vida, acabaram por comprar um terreno numa aldeia chamada Fajarda a 6kms da Vila de Coruche e aí construiram uma casa, acabando por lá irem viver em definitivo e devido isso, practicamente desde os meus 9 anos de idade que vou para lá, várias vezes por ano.
Hoje não vos vou falar sobre Coruche, que é uma vila muito bonita e sossegada, mas sim das festas que lá se realizam todos os anos por esta altura, e onde eu tive o prazer de lá estar presente este fim de semana.
As festas, iniciaram-se no dia 14 e prolongam-se até dia 18. Este ano, com a nova marginal ao longo do rio Sorraia e do novo largo ao pé da Praça de Toiros, as festas tornaram-se maiores, com mais espaço, e condições, proporcionando novas actividades e bem estar a toda a gente que lá foi assistir.
Como habitualmente houve o fogo de artifício à meia-noite de dia 14, (ficam algumas imagens a acompanhar o post), muito engraçado e bem construido, que nos deixou bonitas imagens, houve também as largadas de toiros (como tem de ser uma vila típicamente Ribatejana), tanto nocturnas como diurnas, (também deixo algumas imagens), como as habituais tasquinhas onde cada freguesia do concelho mostrava o seu melhor nos comes e bebes, para além disto houve sempre muita animação, com música ao vivo, tendas com DJ'S e outras iniciativas para a gente mais nova.
Conjuntamente com estas actividades mais divertidas, houve também outras mais sérias que fazem parte do programa, como a procissão da Nossa Senhora do Castelo, que juntou umas milhares de pessoas a assistir e a participar, as mostras de danças e cantares tradicionais, tanto da região de Coruche, como também de outras partes do país, espectáculo etnográfico muito bom e interessante (pena ter sido de noite, dava umas fotos fantásticas), as provas de "condução de cabrestos", onde os campinos mostravam toda a sua perícia na condução do gado.
Como não podia deixar de ser, participaram nomes artísticos bem conhecidos, em actuações no palco principal, durante estes dias, como a Mariza, o Marco Horácio com o seu "Rouxinol Faduncho" e os Blasted Mechanism, que irão actuar dia 18 para encerrar as festividades.
Achei as festas este ano muito boas, com um óptimo cartaz, a apontar negativamente, apenas alguns atrasos em relação ao que estava programado no horário do programa das festas, o que causou algum transtorno, mas de resto tudo muito bem.
A nível de participação das pessoas, esteve ao "rubro", nunca me lembro de ter visto a vila assim tão cheia de gente, principalmente de gente nova e com as noites muito animadas, muito bom mesmo.
Espero para o ano lá estar novamente e aqui fica a sugestão, porque não, "lá darem um salto!".
Fiquem bem.
Pipas

P.S. Todas as fotos que acompanham o post, foram tiradas por mim.
Pipas

quinta-feira, agosto 14, 2008

O que eu leio...


Boas tardes amigos(as), venho dar-vos a conhecer um novo projecto meu.
Este projecto chama-se "O que eu leio" e como está explicado no primeiro post que lá pus, é um projecto que eu ja tinha na ideia há muito tempo.
Não vou por-me aqui com explicações sobre o que é, porque está lá tudo explicado, e assim aguço a vossa curiosidade e ao mesmo tempo "obrigo-os" a lá irem visitar!
Espero que seja do vosso agrado e conto com a vossa presença habitual, tal como fazem aqui.
Fiquem bem.
Pipas

quarta-feira, agosto 13, 2008

Um poema por dia


Homem Transportando Cadáver de Mulher

Quis te tanto que gostei de mim!
Tu eras a que não serás sem mim.
Vivias de eu viver em ti
e mataste a vida que te dei
por não seres como eu te queria.
Eu vivia em ti o que em ti eu via.
E aquela que não será sem mim
tu viste-a como eu
e talvez para ti também
a única mulher que eu vi!

José de Almada Negreiros

Uma Pequena (GRANDE) Homenagem

Este é um pequeno filme, que mostra resumidamente em 6 minutos o que é a vida a bordo de um navio de guerra da Armada Portuguesa, neste caso a fragata da classe Vasco da Gama - N.R.P. Corte Real.
É também a forma que eu escolhi de prestar homenagem, (quem me conhece sabe porque), a todos os Homens e Mulheres que andam no mar.
Fiquem bem
Pipas




P.S. Mais uns meses, meus amigos...

terça-feira, agosto 12, 2008

Desporto e patrocínios


Boas amigos(as), pegando de mote ao post do meu amigo A Espuma dos Dias, resolvi fazer um post sobre o desporto e os seus apoios em Portugal.
Pegando no particular do desempenho dos atletas portugueses na modalidade de Judo nos Jogos Olímpicos, volto a reforçar uma opinião que já por diversas vezes tenho deixado aqui no blog bem explícita.
Portugal, tem óptimos atletas no Judo, sendo talvez a mais conhecida a Telma Monteiro que já ganhou várias competições para Portugal.
Infelizmente este ano as coisas não correram muito bem para os Judocas Portugueses, tendo sido já todos afastados das competições.
A saber: Ana Hormigo e Telma Monteiro foram eliminadas, Pedro Dias em nono, João Pina foi repescado para o bronze mas foi igualmente eliminado e o João Neto, falhou igualmente o bronze.
Após estes resultados houve diversas "queixas" da parte dos atletas Portugueses, a Telma Monteiro, queixou-se da arbitragem, diz que a atleta Chinesa e a Espanhola foram favorecidas, (não me pronuncio, não vi os combates), e os atletas João Neto e Pedro Pina, levantaram a hipótese de abandonarem as competições, devido à falta de apoio e patrocínios que sentem.
Este é um assunto que me preocupa, já em diversos posts, referi isso, em Portugal só existe um desporto: O Futebol!
Eu gosto de futebol, sou um acérrimo defensor de um clube de Lisboa e até costumo entrar em "saudáveis" discussões com adeptos/simpatizantes de outros clubes para aquele "despique" que é habitual.
Mas a questão que ponho, é, por que razão o futebol tem este poder?
Todos nós vimos isso, transferências milionárias de jogadores, ordenados ainda mais milionários dos mesmos jogadores, interromper emissões por causa da chegada de um treinador a Portugal, toda a polémica devido a corrupções, fuga ao fisco, um sem número de coisas inacreditáveis e censuráveis.
Outra coisa que me põe de boca aberta é a adesão, a publicidade e a máquina que é posta em movimento em torno da selecção de futebol!!
Tudo bem vão representar Portugal defender as cores, mas porquê o exagero?
Em 2004, em casa compreendeu-se, mas este ano?
Depois temos o reverso da medalha... As outras modalidades, todos nós sabemos quem é o Carlos Lopes, a Rosa Mota, a Fernanda Ribeiro, todos(as) medalhados olímpicos, mas à custa de quem?, e de que apoios?
Porque razão um futebolista pode dedicar-se a corpo inteiro ao futebol para ser profissional e receber milhares de euros de ordenado e depois um judoca ou um nadador que vai igualmente representar o país, tem de ter o seu emprego, conciliar a vida profissional e a social com o desporto de alta competição, porque os grandes patrocínios não se lembram que eles existem!
E nós, também somos culpados, só nos lembramos que esses atletas existem durante os Jogos Olímpicos ou quando vem no telejornal a notícia que alguém lá conseguiu uma medalha num campeonato ou meeting lá fora.
Atendendo a estes factores todos, como podem exigir aos nossos atletas grandes proezas, quando eles vão competir com atletas profissionais, cujos paises investem neles, patrocionam-os e conseguem com isso viver só do desporto, e tirar o maior rendimento desse facto, atingindo grandes resultados nas diversas competições que entram.
Eu só tenho que concordar com os atletas quando dizem que não lhes dão condições, e sinto mais orgulho num atleta desses, quando consegue alguma coisa, nem que seja uma medalha de bronze, do que numa selecção de futebol de meninos mimados que pensam que são estrelas de cinema e fazem a vergonha que fazem.
Eu vou pôr uma bandeira de Portugal na janela, coisa que não fiz em nenhum dos Europeus de futebol, em apoio aos atletas olímpicos, porque esses sim é que merecem.
Fiquem bem
Pipas

segunda-feira, agosto 11, 2008

"The Rime of the Ancyent Marinere - A Balada do Velho Marinheiro"




THE RIME OF THE ANCYENT MARINERE IN SEVEN PARTS


II
The sun came up upon the right,
Out of the sea came he;
And broad as a weft upon the left
went down into the sea.
And the good south wind still blew behind,
But no sweet bird did follow
Ne any day for food or play
Came to the Marinere's hollo!
And i had done a hellish thing
And it would work'em woe;
For all averr'd, i had kill'd the Bird
That made the breeze to blow.

A BALADA DO VELHO MARINHEIRO EM SETE PARTES

II
Pela direita agora o Sol se levantava:
Do mar a se elevar
Ainda em meio à bruma; e adiante, à nossa esquerda,
Deitava-se no mar.
E do sul o bom vento nos soprava alento...
Mas ave não se via
Que à nossa saudação, por fome ou diversão,
Acorresse algum dia!
E meu acto infernal traria para todos
A desgraça improvisa,
Pois, para toda a nave, eu fora a morte da ave
Que faz soprar a brisa.

Continua...