sexta-feira, setembro 11, 2009

Jorge de Sena - O regresso esperado

Finalmente, após 30 anos os restos mortais do escritor/poeta Jorge de Sena estão em Portugal.
Jorge de Sena que saiu de Portugal para o Brasil em exílio devido às perseguições políticas do regime de Salazar em 1959, naturalizou-se cidadão Brasileiro em 1963 e em 1965 foi para os Estados Unidos, onde veio a falecer em 1978.
Apesar da Revolução do 25 de Abril, Jorge de Sena nunca mais voltou a Portugal, sendo sepultado em Santa Bárbara nos Estados Unidos onde o seu corpo permaneceu até à pouco.
Foi um dos maiores pensadores portugueses do séc. XX, professor catedrático, estudioso da literatura e cultura Portuguesa, foi igualmente dinamizador e tradutor de grandes autores Anglo-Saxónicos nomeadamente T.S. Elliot, Hemingway, Faulkner e outros.
Este gesto de trazer os restos mortais de Jorge de Sena para Portugal, só peca por ser tardio e não serve de desculpa (nem a outros como ele), pelo o que país lhe fez.
Deixou uma enorme obra literária, num estilo único que faz as delícias de quem lê.
A sua obra é sem dúvida excelente, destaco as obras "Visão Perpétua" (poesia) e "Sinais de Fogo" (prosa) como exemplos da sua mestria e sugestão de leitura a quem ainda nunca os leu.
Fiquem bem
Pipas
P.S. Deixo um vídeo com a declamação de um poema de Jorge de Sena que ainda hoje se mantêm bastante actual.



4 comentários:

Maldonado disse...

Jorge de Sena foi cruelmente injustiçado pelo nosso país. :(

Brown Eyes disse...

Mais do que merecido :)

BE

aespumadosdias disse...

Como disse o Manuel Alegre pareceu um regresso quase clandestino.
Um abraço.

arco-íris negro disse...

As coisas que tu sabes...
Nem ouvi falar disso...

but then again, my head is far deep... lol

bjufas