segunda-feira, abril 07, 2008

Dia Mundial da Saúde - 60 anos de O.M.S.


Boa noite amigos(as)!
Desde já, quero pedir-vos desculpas desta minha ausencia, que por motivos contrários à minha vontade, não me deixou vir aqui postar os meus habituais comentários e pensamentos sobre o que se vai passando neste nosso Portugal e restante mundo.
O meu post de hoje, é sobre a comemoração do Dia Mundial da Saúde e dos 60 anos da criação e actividade da “Organização Mundial da saúde”.
A “Organização Mundial da saúde” (OMS), é uma instituição que foi logo pensada, quando da criação da “Organização das Nações Unidas” em 1945, mas que só foi posta em práctica em 1948, mais propriamente no dia 07 de Abril do mesmo ano.
A “OMS”, tem como missão, o combate e a erradicação de doenças e a melhoria dos serviços de cuidados básicos de saúde e higiene, em todos os países mas principalmente nos que mais dificuldades têm em atingir esses objectivos.
Os melhores exemplos desta missão, são as campanhas de vacinação da tuberculose, poliomielite e do tétano, e igualmente o combate, prevenção e informação sobre a SIDA e o controle da malária.
Além destas medidas, também se podem juntar a erradicação da varicela e o controle do tabaco.
Este ano, a “OMS”, aproveitando estas comemorações, resolveu chamar a atenção sobre as doenças e outras consequências que podem surgir com as alterações climáticas e com o aquecimento global.
Ou seja:
Com o aquecimento global, as doenças associadas ao frio, tais como as gripes têm tendência para desaparecer, mas vão dar lugar a novas doenças provocadas pelo excesso de calor. Uma das medidas mais importantes, apontadas pela “OMS” é a protecção das pessoas mais vulneráveis ao excesso de calor, tais como as crianças e os idosos, que muitas vezes estão sozinhos sem qualquer tipo de apoio.
Outra situação, que também foi alertada pela “OMS” devido ao aquecimento global, é o surgimento de doenças tropicais tais como o dengue e a febre-amarela em países em que não é normal aparecer e que não há defesas contra elas.
Para além do problema das doenças, existem também os problemas da seca com a respectiva falta de produção agrícola, a alteração dos ecossistemas e aparecimento de espécies animais e vegetais de climas mais quentes, que irão destruir as espécies autóctones e criar um desequilíbrio ambiental.
Todas estas são situações que nos fazem pensar e agir! Todos nós podemos contribuir para evitar que estas coisas aconteçam, trabalhando para a redução da poluição, aumentando a reciclagem, reduzindo a emissão de gases, poupando energia, etc., com isso tornando o nosso mundo sustentável e bom para se viver.
A meu ver, a “OMS” é das organizações com melhor trabalho desenvolvido na melhoria de um mundo melhor, pena algumas pessoas e regimes políticos/económicos, egoístas e retrógados que tentam dificultar o trabalho desenvolvido pela “OMS”.
Pipas

1 comentário:

arco-íris negro disse...

Dado q concordo com tudo...
pouco há a dizer...
onde é que se assina?

PS: com o calor e coisas tropicais dou-me bem LOL sabes q sou do deserto :oD