quarta-feira, julho 16, 2008

Abu Novas e trocadilhos


Boa tarde amigos(as).
Todos nós, achamos graça às letras cheias de trocadilhos sexuais das músicas de Quim Barreiros e outros músicos populares do género.
Perguntam vocês, o que é que eu quero dizer com isto?
Apenas quero mostrar-vos, que este tipo de “brincadeira” com as palavras já é muito antiga, e como exemplo disso vou deixar-vos um poema de um autor árabe que viveu no Califado de Bagdad entre os anos de 750 d. C. a 813 d. C. que se chamava Abu Novas, para poderem constatar esse facto.
Fiquem bem.
Pipas

“Deus sabe que ninguém tem
Instrumento igual ao meu:
Venham medi-lo e hão-de ver
O tesouro que El’ me deu.
Tomai-o – isso! – na mão:
É meu timbre de valor.
Quem o gosto lhe descobre
Sucumbe de terno ardor.
Tão alto como um pilar
(como um pilar não encolhe)
Visto ao longe na distancia
De qualquer lado que se olhe.
Venham pegar, e apertá-lo
Com força na vossa mão.
E levai-o à vossa tenda,
Entre onde os montes estão.
Sêde vós a lá guardá-lo
Com vossa mão cuidadosa.
Vêde quanto ergue a cabeça
Como bandeira orgulhosa!
Nem dareis por sua entrada,
Tão corajoso ele avança!
Jamais pende como a vela
Quando o vento se descansa.
Que el’ seja asa da panela
Entre as pernas escondida,
Tão vazia desde o fundo
Até à borda cingida.
Venham ver a maravilha
Que logo se ergue tão pronta!
Tão rara e tão portentosa,
Tão rica de bens sem conta!
E vejam como endurece
Tão forte e tão magistral:
É coluna dura e longa
De uma força sem igual.
Se quereis pega segura,
Ou colher que bem remexa,
Outra melhor não tereis
Para panelas sem queixa.
Pegai nesta – que ela esteja
Na vossa panela ardente,
Lá onde só um instrumento
Haverá que vos contente!
Nem sonhais – amores – o gosto
Que vos dará tal espada,
Mesmo em panela de cobre
Ou de prata chapeada.

Tradução: Jorge de Sena

5 comentários:

Angiestrumpf disse...

eheheheheh... Tens que ler "Bocage — poesias eróticas e satíricas" escrito pelo Sr. Manuel Maria de Barbosa l'Hedois du Bocage. Tenho lá em casa. Passas por lá e levas :)
Angela

arco-íris negro disse...

mto mto bommmmm...
ohhh bocage é clássico...

aespumadosdias disse...

Está muito giro.

Paracletus disse...

A poesia erótica de Bocage é excelente. Mas este poema árabe também é muito bom...

Sofia disse...

O Abu Novas, é um GRANDA MALUCO... gostei :)