terça-feira, julho 22, 2008

Karadzic e a Justiça Internacional

Boas amigos(as), hoje acordei com a óptima notícia que o Radovan Karadzic, criminoso de guerra e antigo líder dos Sérvios Bósnios, tinha sido capturado pelas autoridades Sérvias.
Radovan Karadzic, foi responsável por inúmeros crimes de guerra e genocídio contra a população muçulmana da Bósnia-Herzegovina, entre 1992 a 1995, entre eles o massacre de Srebrenica em que morreram cerca de 8000 muçulmanos Bósnios.
Desde 1996 que Karadzic e Ratko Mladic, (ainda não capturado), o chefe dos militares Sérvios-Bósnios andavam em fuga e na clandestinidade ajudado por redes de Sérvios-Bósnios radicais, que infelizmente ainda existem.
Após a sua detenção, foi presente a um juíz de instrução Sérvio que já ouviu as suas primeiras declarações e espera-se a chegada de um procurador do Tribunal Internacional Penal de Haia, tribunal esse que o vai julgar pelos seus crimes contra a Humanidade.
Este foi um passo muito importante para a reconciliação Sérvia com a Europa e um dos requisitos para a sua entrada na União Europeia. Para além disso é igualmente um passo muito importante para a justiça internacional.
O que nos remete a outro tema!
Justiça Internaciona!
É claro que a prisão de Radovan Karadzic é importante, ele ordenou, incentivou e participou em crimes de guerras e genocídios, tem de ser responsabilizado e condenado por esses actos.
Mas e os outros?
Porque razão os Estados Unidos não reconhecem o Tribunal Penal Internacional?
Porque razão Robert Mugabe e outros líderes e déspotas Africanos e não só se passeiam impunemente em visitas de estado, a outros países, gastando rios de dinheiro e nada lhes fazem, enquanto o povo dos países deles morrem de fome?
Acho que não deve de haver dois pesos e duas medidas, a criação do Tribunal Penal Internacional foi uma coisa boa, agora há que pô-lo a funcionar, mas de maneira convincente e cega, tal como a justiça deve ser, não apenas para servir os interesses de alguns e manter uma fachada de povos civilizados e respeitadores dos Direitos Humanos.
Fiquem bem
Pipas

2 comentários:

aespumadosdias disse...

Andava à solta tranquilamente por Belgrado. Como querem entrar para a UE tiveram de o entregar.

Paracletus disse...

Quem diria que o digníssimo estava a viver nas barbas de todos... :D
Acredito que tenha havido muita cumplicidade do governo sérvio.