segunda-feira, junho 09, 2008

"99 Cervejas + 1 ou como não morrer de sede no inferno"


Pois é!!!! Meus amigos(as)...
Quem disse que a cerveja é como um refrigerante e que são todas iguais??
Quem disse isso de certeza que não sabe o que é cerveja. E para esclarecer essa questão apresento-vos este pequeno guia, escrito e compilado por Francisco José Viegas, um entendido destes nossos pequenos prazeres, onde faz a descrição e crítica de 99 + 1 cervejas de todo o mundo, desde as tradicionais europeias às mais recentes americanas, australianas, brasileiras, etc..
Este guia, foi primeiramente uma rubrica na antiga revista "Grande Reportagem", sendo que esses mesmos artigos foram compilados e publicados na forma deste livro.
Bastante fácil de ler e muito atractivo gráficamente, (tão atractivo que fico sempre cheio de sede ao ver as fotografias das cervejas e as respectivas descrições, eheheheh), os textos são bastantes agradáveis e informais, não sendo descrições técnicas e maçudas do assunto em questão, mas quase como que pensamentos e desabafos do Francisco José Viegas, entrando várias vezes em trocadilhos nas descrições das "loiras"; "ruivas", etc., estou a falar de cervejas claro...
Para além de guia de cervejas, este livro traz também algumas sugestões de como beber e saborear a cerveja, tal como se faz com os vinhos.
Aconselho este pequeno guia, editado pela "Esfera dos Livros", a todos, sejam ou não apreciadores de cerveja, para os que são, tal como eu, que contribua para uma melhoria do conhecimento e que traga igualmente sugestões para novos sabores e qualidades desse néctar tão precioso que é a cerveja.
Fiquem bem
Pipas

3 comentários:

Paracletus disse...

Não duvido que seja uma boa obra, mas como não aprecio essa bebida, o seu conteúdo não me diz nada...

"(...) néctar tão precioso que é a cerveja."
Não me digas!!!

Angiestrumpf disse...

Aposto que o Francisco José Viegas tem barriga de profissional da coisa. E também aposto que peida muito. ELe no livro também diz que a cerveja provoca gases fedorentos?

arco-íris negro disse...

e formas de arrotar consoante a quantidade de imperiais? o tremoço? hmmm?

vivá à cerveja!!