sábado, junho 07, 2008

Adeus Hillary...


Desta vez é que foi!!!!!!!!!!
Já está decidido qual é o candidato Democrata que vai defrontar o candidato Republicano John McCainn nas eleições presidenciais dos Estados Unidos.
Após uma campanha primária, renhida e recheada de casos e até alguns escândalos, onde os eleitores do partido escolhem o candidato que os vai representar nas presidenciais, Barack Obama consegue os 2118 delegados necessários para garantir a sua eleição, derrotando a candidata Hillary Clinton, ex Primeira - Dama e senadora no estado de Nova Iorque.
Hillary, reconheceu hoje a derrota, num comunicado que deu à CNN e dando igualmente o seu apoio a Barack Obama, para as eleições presidenciais.
"Hoje suspendo minha campanha e felicito Obama pela vitória conquistada e pela extraordinária campanha que realizou. Dou-lhe todo o meu apoio", afirmou a senadora, que agradeceu "os esforços dos eleitores, as doações" e também o trabalho dos colaboradores e dos jovens. "Agradeço a todas as mulheres de 80, 90 anos e fizeram questão de votar"
Eu como num post anterior referi, sentia alguma simpatia por Hillary Clinton, talvez pela sua experiência política, mas também não me chateia a sua derrota nas primárias e a vitória de Obama.
Agora só faço votos, que o "Fenómeno" Obama, vença as presidenciais e que mostre a sua "garra" e inteligência como Presidente, tal como fez durante a campanha, não frustando todas as expectativas de mudança que tanta gente está a depositar nele.
Fiquem bem.
Pipas

3 comentários:

Paracletus disse...

Obama ganhou a batalha, mas ainda não ganhou a guerra presidencial.
Por enquanto é um político sem background, e, por conseguinte, uma total incógnita.
Não basta só a vontade de mudar os E.U.A., é necessário também ser eficiente nesse propósito.
Vamos a ver o que acontecerá nas eleições...

aespumadosdias disse...

Mas a Hillary não falou doseu futuro. Daria 1 excelente vice-presidente, mas poderia tornar-se mais popular que o presidente, isto se Obama ganhar as eleições, o que não é certo ainda pois McCainn vai ser um candidato díficil de vencer.

arco-íris negro disse...

Ao contrário do que aqui é dito não é de todo sem background...é senador, não caiu ali de páraquedas...

pelo menos...he has a dream...
vamos lá a ver se anda a sonhar alguma coisa que dê jeito aos europeus e ao resto do mundo também...