terça-feira, junho 10, 2008

Gaffe Presidencial ou fugiu a boca para a verdade?


Hoje o nosso excelentíssimo Presidente da República, Aníbal Cavaco Silva, nas comemorações do 10 de Junho, disse uma coisa que já não se ouvia há uns anos valentes.
Ou seja o Exc. Srº Presidente descuidou-se e referiu-se ao 10 de Junho, não como dia de Portugal, Camões e das Comunidades, mas sim como o "Dia da Raça".
“Hoje eu tenho que sublinhar, acima de tudo, a raça, o dia da raça, o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas”
Esta designação do "Dia da Raça", era como se designava o 10 de Junho durante a época do Estado Novo.
Naturalmente, estas declarações levantaram as mais diversas reacções e os partidos de esquerda, PCP e BE, já pediram para o srº Presidente pedir desculpas ou retirar estas declarações.
Por mim, não me aquece nem arrefece, mas pensava que o srº Presidente era mais cuidadoso com as declarações que faz, sendo ele uma pessoa tão contida.
Todos nós sabemos que ainda se vive sob o "fantasma" do Estado Novo e da ditadura em Portugal e este tipo de declarações ainda caiem mal em alguns sectores da sociedade portuguesa.
Enfim, mais uma polémica para alimentar a nossa vida política...
Fiquem bem, aproveitem o feriado, seja ele da raça ou de Portugal.
Pipas

3 comentários:

Paracletus disse...

Realmente o P.R. foi muito infeliz, como é hábito...
Não gosto dessa expressão porque tem conotações xenófobas.
No inconsciente de muita gente ainda prevalecem os arquétipos do Estado Novo...
Portugal tem que repensar a sua posição geopolítica e enquadrar-se na evolução do mundo. E deixar o passado para trás...

Angiestrumpf disse...

Não sei porquê tanto choque... o dia da raça faz muito sentido. Não há cada vez mais raças em Portugal? As raças não existem? Hum... raça é xenófobo... étnia fica melhor, né? tsc tsc...

arco-íris negro disse...

só discordo pela conotação politicamente incorrecta da palavra. sabendo a conotação tb que adquiriu no estado novo, quando era usada.
nc gostei deste senhor nem q ele discursasse bem seria o caso de gostar...
claro que as merdas q diz só me ajudam a argumentar contra ele.

n merece estar onde está.