quarta-feira, fevereiro 06, 2008

Primárias Americanas

Meus amigos(as), aproveito um comentário que fiz a um post do Blog OlharDireito e faço um post sobre um tema da actualidade: As eleições primárias nos Estados Unidos, aqui fica a minha opinião sobre o assunto.

Bom à hora que estou a deixar este comentário já se sabe que do lado republicano McCain, ganhou e que do lado democrata "vira o disco e toca o mesmo". Venho apenas deixar o meu comentário a estas eleições e aos concorrentes.
Eu sou sincero, pessolmente prefiro que o próximo presidente dos "States" seja um democrata, e perguntam um democrata porquê?
Eu respondo, do lado republicano, sinceramente não vejo ninguêm que pegue nos "States" e faça algo deles, o MacCain é apenas uma versão mais "soft" do Bush e os outros, enfim... Um Mórmon
e um milionário que pensa que pode gerir um país como uma empresa, por isso sinceramente não vejo grandes possibilidades. Do lado democrata temos uma mulher e um afro-americano, certo. Mas deixemo-nos de demagogias, ambos têm projectos e planos coerentes de governação, querem resolver o problema da guerra que o srº Bush deixou numa embrulhada tal que nem se fala, e a nível económico, parece-me que estão mais bem preparados do que os candidatos republicanos,mas mais uma vez, entre o srº Barak e a srª Clinton, prefiro a srª Clinton, porque a ela é mais racional e experiente estando mais bem preparada para o cargo. Quanto ao srº Barak, fica-lhe bem as boas intenções, mas falta-lhe o estofo político para o cargo.
Isto é apenas uma opinião pessoal
Muito obrigado e boa noite.
Pipas

2 comentários:

arco-íris negro disse...

afinal é mormon? LOL
Olha migo, já sabes onde eu me posiciono...
Por isso...olha, bom texto :o) bem revisto também :oP

E fora os porcos.

Brown Eyes disse...

Cá estou eu outra vez e desta para comentar a questão que agora anda muito em voga...as eleições americanas.
Eu própria também pendo mais para o lado dos democratas e embora não simpatize particularmente com a Sra. Clinton, concordo que é de facto a candidata à altura, não só pelo seu know-how, como também pela sua inteligência; não nos esqueçamos que esta sra. já "governou" os destinos do seu país à sombra do seu marido. Temos (têm) estadista.
Quanto a Barack Obama, reconheço-lhe de facto capacidades intelectuais nobres e boas intenções...mas não me parece que o Estado Norte-Americano esteja já preparado para um chefe de governo afro-americano. A intenção está lá, mas creio que ainda não se chegou ao fim da linha e à mudança de mentalidades e de curso da História para se eleger um Barack.

PS:Espero que o teu irmão se encontre em franca recuperação