sexta-feira, fevereiro 01, 2008

A Subdose Histórica. Resposta e comentário

Photobucket


Boa noite meus amigos(as), hoje vou comentar um post do meu amigo Paracletus, do Blog "verbomístico.blogspot.com" aqui na página principal do meu blog, devido ao tema por ele exposto e que me atraíu, e cujo comentário ia ser longo, para ser colocado nos comentários, por isso meu caro Paracletus aqui fica:
Meu amigo, o teu post, como habitualmente está óptimo, mas não concordo inteiramente com ele, ou seja:
Não concordo quando dizes que na década de 90 não houve acontecimentos relevantes, antes pelo contrário, a década de 90 foi a década de todas as mudanças, desde a queda do "Império Soviético", que deu início a uma nova "ordem mundial", passando pelas guerras civis na ex-Jugoslávia, mesmo no quintal da "Velha Europa", onde se cometeram genocídios, como já não se viam desde a 2ª guerra mundial, pelos conflitos em África, onde o poderio Americano foi posto em causa por um grupo de fanáticos africanos apenas armados com kalashnikovs e que etnias diferentes se massacraram no Ruanda com a complacência dos países Europeus e dos Estados Unidos, ao renascer do fundamentalismo e terrorismo islâmico que culminou com o ataque ao World Trade Center. A própria vida social e cultural das pessoas sofreu uma mudança radical, em todos os sentidos, desde a música ao cinema e à própria moda.
Mas para mim o grande acontecimento dos anos 90, foi a profusão das comunicações, o advento da internet, os boom dos telemóveis, as redes, a informatização da sociedade, as chamadas autoestradas da informação, enfim a globalização, (se isso é bom ou não, não vou aqui discutir, é um tema interessante para um próximo post).
Agora falemos do outro tema do post, a desilusão da juventude e da ausência de causas em que acreditar ou lutar.
Infelizmente, dou o braço a torcer e concordo contigo, a sociedade dita civilizada, evoluíu para um nível de confiança e acomodação muito grandes, com o advento do capitalismo, a americanização, o fim do socialismo, a queda da União Soviética e com a chamada nova "Ordem Mundial", perderam-se as "utopias", "filosofias" ou "verdades" por que se lutava nos anos 60s e 70s, as revoluções, as figuras míticas como Che Guevara, as guerrilhas contra as ditaduras militares na América do Sul, as guerras de descolonização, as próprias lutas sociais em que a França foi o exemplo perfeito com o Maio de 68, tudo isso acabou e criou um vazio ideológico.
Para alêm destas razões, há a parte social e económica, com o advento do capitalismo e respectivo consumismo, aliado a campanhas publicitárias cada vez mais violentas a ele agregado, leva a uma melhor qualidade de vida das pessoas. Tudo isto, juntamente com o advento da internet e da informatização, leva os jovens a preocuparem-se mais com eles próprios, com a sua figura, a serem mais individualistas, além disto, o advento dos jogos de computador e consolas, que isolam os jovens, (acabando com as brincadeiras em sociedade como as que nós fazíamos quando éramos mais novos), tudo isso levou que as gerações mais novas se desligassem das causas sociais, mas é minha opinião que isso está a mudar, e que cada vez estas novas gerações estão a tomar consciência das diversas causas sociais e ambientais que cada vez mais nos preocupam.
Amigo Paracletus aqui está a minha opinião sobre este assunto, espero que a compreendas e aceites, sempre disponível para troca de idéias.
Boa noite
Pipas

P.S.1 O meu irmão já está em casa, até que enfim...
P.S.2 Não me esqueci dos 100 anos do regicídio, nem da nova "polémica" com o nosso srº 1ª ministro, fica para amanhã (talvez)

4 comentários:

Paracletus disse...

Como diria alguém, porreiro pá!
Gostei muito do teu comentário, o qual é muito pertinente.
Tal como disse no meu post, é um texto antigo, com muitos pontos discutíveis, pois a realidade de hoje ultrapassou-o grandemente. Mas creio que no essencial mantem-se actual...
Havemos de discutir essa temática em sede própria...

Brown Eyes disse...

Olá Pipas
Antes de mais agradeço-te a mensagem que deixaste no meu blog;é sempre muito positivo sabermos que as nossas palavras podem tocar alguém e que contribuímos com temas interessantes para abordar o actual estado das coisas e alguns pormenores das nossas vidas. Aqui virei de quando em vez comentar também as tuas "memórias".
Gostei muito do teu comentário ao paracletus, concordo plenamente, aliás conseguiste nalgumas linhas um pequeno tratado sociológico.
Como complemento aos acontecimentos marcantes dos anos 90 apenas acrescento dois que também me marcaram:o genocídio e outras atrocidades cometidas em Timor e a morte de Pol Pot.

arco-íris negro disse...

Sim, concordo Nunix...mas pra mim, kalash só com canela...

E não esquecer os infanticidios e outras revelias aos Direitos Humanos dos chineses que contabilizando, entram seguramente em competição com as estatisticas de algumas guerras...

E o Darfur...
E muito mais abafado no silêncio...

E deixa que te diga, que não é o brincar fora ou dentro de casa que explica o pouco activismo por causas sociais mas é só o facto que desde cedo nos obrigam a trabalhar em grupo, a tentar alcançar o bem comum e saímos sempre com mais uma experiência negativa do que positiva e a partir daí entendemos que está cada um por si...
Porque trabalhar em prol de outrém nunca dá frutos rapidamente neste tempo de instantâneos...
Porque estamos sempre a olhar pro nosso umbigo e a ver se podemos pisar alguém que sirva de degrau...

Cá fico, sem uma punch line

Anónimo disse...

intiresno muito, obrigado