quarta-feira, março 19, 2008

Arthur C. Clarke, finalmente algures no Universo


Meus amigos(as), acabo de saber uma notícia que me transtornou...
Morreu o escritor e cientista Arthur C. Clarke, devido a problemas respiratórios, num hospital de Sri Lanka, país onde residia há vários anos.
Morre com 90 anos de idade e deixa uma vasta obra literária na área da ficção científica, área essa onde era considerado um dos melhores escritores de sempre.
Uma das sua obras, 2001 Odisseia no Espaço, foi levada ao cinema e imortalizada pelo grande mestre Stanley Kubrick.
É sem dúvida uma grande perda para a cultura mundial, principalmente para a literatura fantástica.
Talvez agora esteja onde sempre quis, a vaguear pelo Universo...
Pipas

2 comentários:

Paracletus disse...

Também a sua morte me apanhou de surpresa.
Era um dos meus escritores de ficção científica favoritos, tendo lido alguns livros dele na adolescência, pois nessa fase eu lia muitas obras do género.
Lembro-me também de ter visto, quando era pré-adolescente, um documentário da sua autoria que se intitulava "O estranho mundo de Arthur C. Clarke", que me deixava deveras fascinado.
A sua morte é realmente uma grande perda para a cultura mundial, tal como foi a de Carl Sagan e de Isaac Asimov...

arco-íris negro disse...

Pah, eu lamento a morte do Sr. mas não entendo quando te dizes transtornado...Ele tinha 90 anos, foi inesperado??

Não é que os velhotes mereçam morrer mas se calhar já não nos apanham tão desprevenidos...

Acho bonito o que dizes...que ele agora anda pelo universo...