sexta-feira, março 07, 2008

"As Tartarugas Também voam"



Boa noite amigos(as).
Ontem vi um filme no canal tvcine4 da tvcabo, que gostei bastante e que também me impressionou muito, esse filme tem como título em português "As Tartarugas também voam", sendo no original "Lakposhtha hâm parvaz mikonand".
Sendo uma produção Franco, Iraniana e Iraquiana, tem como realizador "Bahman Ghobadi".
Ghobadi, realizador Iraniano, vem com este filme contar-nos a história dos dias que antecederam a 2ª guerra do golfo, no Iraque, mais propriamente no Curdistão, na fronteira norte do Iraque com a Turquia.
Retratando a vida e sofrimento dos Curdos, encurralados entre dois regimes que os perseguem e exterminam, os Iraquianos de Saddam e os Turcos e também a sede de conhecimento sobre o que se estava a passar, nomeadamente se iria haver guerra ou não.
Tudo isto é transmitido através da personagem "Satélite" e de um grupo de crianças, por ele lideradas, na sua maioria refugiados e orfãos, que obtêm o seu sustento através da recolha de minas, sendo por isso na sua maioria mutilados.
Com a chegada ao campo de refugiados de mais três crianças, "Agrin", uma rapariga por quem "Satélite" se apaixona, o irmão dela, "Hengov", que perdeu ambos os braços no rebentamento de uma mina e que tem a particulariedade de ter visões do futuro e do pequeno "Riga", que irá ter um papel preponderante no desenrolar da história, vai iniciar-se uma série de acontecimentos que são enredo principal do filme.
O filme, como já atrás referi, mostra o sofrimento dos refugiados Curdos, a sua esperança na mudança, que a invasão Americana lhes irá trazer, para além disso retrata também o expediente e a mentalidade Curda, para sobreviver no meio hostil que os envolve.
Tal como o filme "A Cidade de Deus", este filme utiliza as gentes locais para um maior realismo, sem contudo entrar numa área reivindicativa ou de aproveitamento político.
Gostei muito do filme, muito sensível, bem feito e estruturado, aviso que não tem um final feliz.
recomendo-o vivamente
Pipas

2 comentários:

arco-íris negro disse...

Quando esse filme esteve cá no cinema tive para ir vê-lo mas foi dos poucos que me escapou..tenho de alugar, mas o tempo livre, escasseia...

Paracletus disse...

Deixaste-me curioso em relação a esse filme, pois nunca ouvi falar dele.
Espero que já esteja em DVD, pois tenciono juntá-lo à minha colecção...